AUTO-TRAIÇÃO: O que é e como superá-la!

A história está repleta de casos de traições, incluindo em cada uma de nossas histórias pessoais. É profundamente doloroso quando somos traídos por aqueles que amamos e pensamos que eram nossos amigos. No entanto, por mais doloroso que seja, existe ainda uma traição muito mais profunda. É chamada de self-betrayal, que significa auto-traição.

Não seria surpresa se você estiver entrando em contato com este termo pela primeira vez, mas pensando bem, por que seria, se a maioria de nós foi ensinada a trair a nós mesmos desde sempre? Não foi dado esse nome, mas sempre fomos educados a nos trair, mas na época chamávamos isto de “ser legal”.

Aprendendo sobre “ser legal” na infância.

Quando eu era criança, ser legal significava calar meus sentimentos, em vez de me arriscar a causar atrito ao expressá-los. Significava convidar pessoas para minha festa de aniversário que eu não queria convidar para evitar magoá-las. Às vezes, significava que eu precisava menosprezar meus dons e talentos para poupar os outros do desconforto da inveja.

Não me interprete mal. Existe uma verdadeira sabedoria em considerar as pessoas ao seu redor. No entanto, se formos longe demais, podemos acabar aprendendo lições que fornecem sementes férteis para a auto-traição.

Se calar nossos sentimentos é a coisa mais agradável a se fazer, aprendemos que a paz exterior é mais importante que a paz interior. Se considerar que os sentimentos dos outros é a coisa mais certa a fazer, aprendemos que o dever para com os outros supera o dever para comigo mesmo. E se a excelência em algo deixa as pessoas com inveja, aprendemos que é melhor esconder nossos dons do mundo do que ofuscar os outros.

Entrando na vida adulta, preparado para se trair.

As mensagens que recebi durante meu desenvolvimento me prepararam para me trair. Lenta, mas insistentemente, elas se enraizaram no meu inconsciente sem o meu consentimento. Como resultado, entrei na idade adulta acreditando que os sentimentos e as necessidades dos outros eram mais importantes do que os meu sentimentos e as minhas necessidades.

Como você pode imaginar, essa crença não me fez bem. Não me levou a uma vida feliz. Em vez disso, me levou a me trair em meus relacionamentos, sofrendo abusos e aceitando migalhas. E o tempo todo, pensei que era a coisa certa a fazer.

Viver 36 anos traindo a mim mesmo quase me matou – física e emocionalmente. Apesar do que aprendi na juventude, “ser gentil” certamente não era “ser gentil comigo mesmo”.

Eu nunca teria tratado um amigo como aprendi a me tratar. Demorei a aprender a me honrar, em vez de me trair. Não posso dizer que já cheguei aonde preciso, mas no caminho identifiquei sete princípios que me ajudam a permanecer no caminho certo.

7 princípios para superar a auto-traição

  1. Seja seu melhor amigo.
  2. Defenda sua própria causa.
  3. Esteja conectado e apoie a si mesmo.
  4. Escute seu coração, sua cabeça e seu estomago.
  5. Crie uma vida que alimenta sua alma.
  6. Persiga seus sonhos.
  7. Faça da sua vida uma declaração e não um pedido de desculpas.

Leva tempo para reconhecer e substituir padrões de comportamento que são influenciados pelas necessidades, sentimentos e sonhos de outras pessoas que muitas vezes, nem importam de verdade. Mas a verdade central é que tudo sobre você é importante!

Superar a auto-traição é começar a acreditar que você é importante e, então, agir com base nessas crenças à medida em que você cresce na realização de seu valor como um ser humano único. Trata-se de deixar de se contentar com migalhas que caem da mesa da vida de outros e, em vez disso, deleitar-se no seu próprio banquete.

E ao fazê-lo, você florescerá lindamente na pessoa para a qual você foi criado para ser!

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s