EU SÓ QUERO UM AMOR À MODA ANTIGA

A internet arruinou muitas coisas que costumavam fazer do amor algo especial. Eu sinto falta do jeito que o amor costumava ser falado, ser demonstrado, ser vivido. Eu só vejo isso em filmes antigos agora. Eu não vejo mais o amor da velha escola. Na verdade, eu nunca realmente vi ou experimentei. Hoje, as vezes, me pergunto se ele realmente existe.

Para mim, o amor à moda antiga significa tratar as pessoas com respeito e dignidade. Significa não tirar vantagem de alguém no primeiro encontro. Isso significa nem mesmo esperar um primeiro beijo.

O amor à moda antiga é paciente e lento. Nunca é apressado para ir para a linha de chegada. Nunca está contaminando com segundas intenções.

Eu quero um amor que gira em torno da conversa. Eu quero falar com alguém por horas a fio, cara a cara, e não ter a distração de um telefone. Eu quero rir, até meu estômago doer, e fazê-la rir ainda mais. Eu quero esse tipo de amor da velha escola que não precisa de tecnologia para se apaixonar. Eu quero encontrar alguém que simplesmente queira conversar comigo.

Eu quero um amor que seja paciente. Eu não quero namorar uma pessoa que espera resolver seus problemas financeiros comigo. Eu quero um amor que reconheça o respeito como a base de um elo confiante e bonito. Eu quero conhecer alguém que não tenha receio de perguntar sobre meu passado e que também não tenha problemas em falar do seu. Que me ouça sem julgamento. Eu quero o tipo de amor da velha escola que leva o sexo a sério.

Eu quero um amor que seja honesto.

Eu não quero uma mulher que não entenda o que eu tenho a dizer. Eu não quero uma mulher que só fala de si mesma ou de assuntos fúteis e superficiais. Eu quero conhecer alguém que vai me deixar saber como ela está se sentindo e quando está se sentindo. Eu preciso de alguém que queira a verdade, mesmo que seja difícil as vezes. E eu quero que ela diga isso na minha cara e não através de uma tela.

Eu não me importo dela me marcar em seu post no Instagram. Eu não me importo se ela professa seu amor para mim no Twitter ou no Facebook. Verdade seja dita, isso não significa nada para mim.

Eu me preocupo com as coisas que acontecem na vida real para pessoas reais. E eu quero encontrar alguém que queira isso também.

Eu quero o tipo de amor que não está envolvido em modismos. Com tantas distrações neste mundo, é tão fácil esquecer as coisas mais importantes da vida. Eu quero alguém que silencie o telefone quando sair comigo. Eu quero alguém que realmente olhe para mim enquanto eu falo com ela. E eu quero o tipo de amor que é precioso, porque eu sei o que é real e o que realmente importa.

Talvez neste dia e com essa idade, seja pedir demais. E talvez seja demais esperar. Mas continuarei sonhando com um amor à moda antiga. Não importa o que todos digam.
Será que estou pedindo demais?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s