Você está vivendo a vida que quer?

“Um músico deve fazer música, um artista deve pintar, um poeta deve escrever se quiser ficar em paz consigo mesmo. O que um homem pode fazer, ele deve fazer.” MASLOW

 

Nesta frase, o que Maslow está querendo dizer é que a verdadeira felicidade vem quando estamos vivendo nossas vidas de tal forma a utilizarmos toda a nossa força, nossos talentos e nossas características de personalidade em prol de um objetivo próprio. Isto parece obvio, mas como psicólogo, posso dizer que uma das queixas mais comuns das pessoas é a sensação de que elas estão vivendo uma vida incongruente com quem elas realmente são. Essas pessoas olham para trás e se perguntam como elas chegaram onde estão.

Quando crianças, muitas pessoas foram direcionadas pelos pais, professores ou outros adultos a perseguir um determinando caminho na vida. Mesmo que tenha acontecido há muito tempo, e que não estejam conscientes disso, os valores e as crenças daqueles adultos naquela época ainda os influenciam hoje.

Carl Rogers, um psicólogo humanista escreveu sobre essas influencias. Segundo ele alguns pais, professores e outros adultos podem exercer nas crianças uma pressão social para que elas se desenvolvam em determinadas direções. Estes adultos se utilizam do afeto como instrumento de condicionamento.

Alguns pesquisadores estudaram sobre esse condicionamento afetivo perguntando às pessoas se elas concordavam com algumas declarações como esta:

– Quando criança, seus pais lhe mostraram carinho quando você se saia bem na escola, quando se comportava bem, ou quando tinha motivos para ser elogiado?

Aqueles que concordam com esse tipo de declaração são, segundo a pesquisa, mais propensos a viver uma vida voltada a agradar os outros. Vivem de acordo com a expectativa de outras pessoas e não com sua própria expectativa, de acordo com a sua própria vontade. Eles costumam apresentar sentimento de culpa e vergonha quando falam em viver uma vida para agradar a si mesmo. Mesmo quando são pessoas de sucesso, experimentam sentimentos de descontentamento e angustia.

Não importa quão bem-sucedido você seja, se você está seguindo um caminho com o objetivo de agradar alguém que não seja a si mesmo é muito provável que você sinta um profundo descontentamento com as suas conquistas.

O desenvolvimento psicológico saudável ocorre, segundo Carl Rogers, quando nossos objetivos de vida são verdadeiramente nossos.

Para essas pessoas a psicoterapia pode ser muito importante. Ali as pessoas podem ser ajudadas a se tornarem mais conscientes de seus desejos e com isso descobrir se estão vivendo de acordo com as suas expectativas ou se estão vivendo para satisfazer a expectativa de outros.

Nunca é tarde demais para nos tornarmos mais verdadeiros e tomarmos a decisão de vivermos nossas vidas mais autenticas, de maneira em que possamos combinar nossa força, nosso talento e nossa personalidade.

A autenticidade está no centro da nossa tomada de decisões e é em cada pequeno momento que está a oportunidade de fazer diferente. Pratique o habito de ser verdadeiro consigo mesmo em todo o tempo, em cada pequena escolha. A todo momento se pergunte: O que estou fazendo, faço porque acredito ou porque outro acredita em meu lugar?

É como estar em um barco e fazer pequenas inclinações do leme que aos poucos levara você a um novo destino, diferente daquele que projetaram para você. Um destino que é teu, só teu.

 

 

 

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s